Ensino a distância sofre resistência

Levantamento mostra que 18 mil estudantes foram vítimas de preconceito; para MEC, discriminação é ilegal.

Veja mais…

Anúncios

Urgente: MEC cancela prova do Enem

http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2009/10/542200-urgente+mec+ca…

01/10/2009 – 06h44 ( – gazeta online)O Ministério da Educação e Cultura (MEC) cancelou na madrugada desta quinta-feira (1º) a prova do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), que seria aplicada neste final de semana, disse a assessoria de comunicação social do MEC, que confirmou também que a decisão partiu do ministro Fernando Haddad, após conhecer denúncia feita pelo jornal “O Estado de São Paulo”, de que a prova teria vazado.

Haddad concederá entrevista na manhã desta quinta, na sede do MEC, em Brasília, para explicar os procedimentos do MEC com relação ao Enem. O MEC tem uma segunda versão da prova, mas ainda não está confirmado se essa versão poderá ser utilizada.

O o secretário estadual de Educação, Haroldo Correa Rocha, que está em Florianópolis onde participa nesta manhã de um encontro nacional com todos os secretários de educação do País, disse que lamenta o fato e que isso deve causar transtornos. Rocha afirmou também que o prejuízo é grande, já que para realização da prova há um grande envolvimento de logística e que para elaborar um outro exame é preciso tempo. No Espírito Santo são cerca 107 mil candidatos.

Cerca de 4,1 milhões de candidatos realizariam o exame. A expectativa do MEC é realizar a próxima prova, que tem como responsável o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), em 45 dias.

O jornal “O Estado de São Paulo” denunciou que foi procurado por um homem que disse ter as duas provas que seriam aplicadas no sábado (3) e no domingo (4), e que queria vender o material por R$ 500 mil.

Com informações da Rede CBN e Estadão.com